Cirurgia bariátrica e a importância do “emagrecimento da mente”

Primeiramente é necessário o “emagrecimento da mente”, para que ocorra uma mudança de atitudes e hábitos e consolidação efetiva da cirurgia.

0
894
Cirurgia bariátrica e a importância do “emagrecimento da mente”

De acordo com o novo relatório da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura e da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) “Panorama da Segurança Alimentar e Nutricional na América Latina e Caribe” mais da metade da população brasileira está com sobrepeso e a obesidade atinge cerca de 20% das pessoas adultas.

Dessa forma, muitas pessoas têm recorrido a intervenção por meio da CIRURGIA BARIÁTRICA, popularmente chamada de “redução de estomago”. Trata-se de um conjunto de técnicas que buscam o tratamento da obesidade e demais doenças relacionadas ao excesso de gordura corporal.

A pessoa que irá passar por essa intervenção, deverá ser submetida a diversas avaliações que envolvem diferentes profissionais. Essa equipe multidisciplinar é de extrema importância no pré e pós operatório. Gastroenterologista, nutricionista, cirurgião cardiologista, psiquiatra e psicólogo são alguns dos profissionais que precisam acompanhar esse paciente.

Primeiramente é necessário o “emagrecimento da mente”, para que ocorra uma mudança de atitudes e hábitos e consolidação efetiva da cirurgia.

Leia também: Como funciona a terapia? Ela pode te tirar do tal “buraco negro”?

O ponto principal que o psicólogo deve ter nesse trabalho é a sensibilidade de compreender que o paciente já traz com ele todo um histórico relacionado à obesidade e, provavelmente, já poderá ter apresentado inúmeras tentativas de emagrecimento que foram de certa forma frustradas, além de todas as dificuldades enfrentadas em seu cotidiano relacionadas ao excesso de peso, como pressão social e algumas doenças associadas. É válido ressaltar que todas essas questões envolvem certo estresse, e são muitas vezes acompanhadas de expectativas e ansiedade pela realização da intervenção cirúrgica.

Já no que tange ao acompanhamento psicológico posterior à cirurgia bariátrica, o atendimento será direcionado para o processo de adaptação, levando em consideração as mudanças no estilo de vida e na alimentação. Certas  mudanças nos relacionamentos sociais e profissionais  também são necessárias. O trabalho do psicólogo com esse individuo referente à compreensão de sua autoimagem é essencial, para que essa pessoa possa exercer as mudanças respeitando sempre seus limites e desejos frente a todas expectativas.

MENTE e CORPO estão diretamente associados e interligados. É necessário um trabalho multiprofissional para que as metas sejam alcançadas com êxito, respeitando e equilibrando a saúde emocional.

Leia também: A importância da Mente Sobre a Saúde do Nosso Corpo

Até a próxima!

Terapia muda a vida.

Cirurgia bariátrica e a importância do “emagrecimento da mente”
Avalie nosso conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu Nome