Entenda A Ansiedade Com o Dr. Luciano Canavez

Temos que lidar com a ansiedade nas mais diversas situações, tais como provas, viagem, encontros, nascimento de um filho, aprovação de um projeto, insegurança financeira, e também nos mais diferentes graus.

1
429
Entenda a Ansiedade Com Dr. Luciano Canavez

Podemos começar entendendo a ansiedade como uma reação do corpo a algo que ainda não aconteceu, ou que pode nem acontecer. Para ser mais claro, vou fazer uso de um exemplo de uma situação que muitas pessoas já vivenciaram. Vamos imaginar uma entrevista de emprego a qual seremos submetidos. Como não sabemos se seremos aprovados ou não, somos assolados por inúmeros pensamentos sendo quase todos negativos. “E se não gostarem do meu currículo?”, “E se tiverem muitos candidatos?”, ou ainda, “E se eu gaguejar na hora ou não souber responder às perguntas?”. Com todos esses pensamentos negativos, o corpo irá reagir de alguma forma, já que o acontecimento da entrevista é inevitável. É comum em situações como essas termos o famoso “frio na barriga”, batimento cardíaco acelerado, e que pode resultar em problemas de apetite (falta e excesso), insônia entre outros incômodos. Tudo isso por causa de não sabermos como será o resultado da entrevista. E mais, a entrevista pode ainda ser ótima! E percebemos somente no final que sofremos tudo isso por antecipação. Muitos dirão que diante de uma situação desconhecida, fazemos uso do famoso ditado: é melhor prevenir do que remediar. Só que quem faz uso de ditado, é a nossa mente.

Leia também: Entenda a ansiedade no passado e no presente

Temos que lidar com a ansiedade nas mais diversas situações, tais como provas, viagem, encontros, nascimento de um filho, aprovação de um projeto, insegurança financeira, e também nos mais diferentes graus. Desde algo simples que nos incomoda, mas conseguimos lidar, até algo mais problemático, que nos causa sofrimento e não sabemos como lidar. Nesse momento estamos diferenciando uma ansiedade normal relacionada com os enfrentamentos do dia-a-dia, de uma ansiedade considerada patológica que prejudica nosso trabalho, relação familiar, interação com outras pessoas, ou seja, todos os aspectos de nossa vida parecem de alguma forma está sofrendo. Nesses níveis considerados patológicos, a ansiedade se apresenta como fobias das mais diversas formas, crises de pânico, obsessões, compulsões, traumas. Nesses casos o mais recomendado é procurar ajuda profissional. Quanto mais ansiedade se sente, mais ansiedade se sente. O problema irá persistir.

Entenda A Ansiedade Com o Dr. Luciano Canavez
Avalie nosso conteúdo

1 COMENTÁRIO

  1. Olá Luciano!

    Parabéns pelo artigo! As informações são bem interessantes e foram abordadas com bastante clareza.
    Excelente a colocação e a diferenciação que foi feita da ansiedade “normal” ou natural do nosso cotidiano de vida para a outra que ocorre de forma patológica e prejudicial ao indivíduo.
    Ótimo trabalho!

    Att., Francyelly Fernandes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu Nome