A chamada SOMATIZAÇÃO e as DOENÇAS PSICOSSOMÁTICAS fazem referência a aspectos diferentes, mas dentro do mesmo contexto: influência da MENTE sobre a saúde de nosso corpo. Quando alguém está “somatizando”, é possível que a pessoa apresente sintomas físicos, mesmo que, na maioria das vezes, não haja a ocorrência de nenhuma uma doença física. Caracteriza-se por ser uma “doença da mente”.

Excesso de trabalho, perda de emprego, conflitos familiares, frustrações diversas, mudanças de rotina são algumas possíveis causas para o aparecimento da somatização ou doenças psicossomáticas.

A SOMATIZAÇÃO tem a particularidade de ser um reflexo do sofrimento emocional, entretanto não apresenta uma doença orgânica(física) de fato, que possa ser atestada em exames clínicos. Nesse caso, o acompanhamento psicológico pode ser o suficiente para trabalhar as questões emocionais. É um exemplo a pessoa que sente taquicardia: o coração dispara e o sujeito vai ao médico pensando estar com algum problema cardiológico, mas, depois de alguns exames, não há nada; o profissional dispensa o paciente ressaltando que não existe nenhum DIAGNÓSTICO FÍSICO; é possível que essa taquicardia seja um sintoma de pânico(EMOCIONAL).

Leia também: Luto. É Preciso Respeitá-lo E Reaprender A Viver

Já o termo DOENÇA PSICOSSOMÁTICA é para ressaltar que a causa é psicológica, mas que a pessoa apresenta também ALTERAÇÕES CLÍNICAS OBSERVÁVEIS, até mesmo por exames laboratoriais. Ou seja, o corpo desse sujeito pode passar a ter danos físicos, tratando-se de uma doença física real com causa psicológica. Nesse caso, o mais recomendado é o tratamento tanto com o psicólogo como com o médico. São exemplos as alergias e as urticárias nervosas(lesões avermelhadas, com coceira intensa, irritação e inchaço) que se apresentam em momentos de tensão/stress, porém desaparecem com o retorno do equilíbrio emocional.

Portanto, o equilíbrio emocional e o acompanhamento profissional são importantes ferramentas, a fim de que o indivíduo possa aprender a lidar de forma adequada com suas emoções e diminuindo o grau de tensão/stress. Dessa forma, passando a controlar as crises que possam levar a esses adoecimentos.

Até a próxima. Terapia muda a vida!

A influência da Mente sobre a saúde do nosso corpo
Avalie nosso conteúdo

Faça um comentário:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu Nome