Tudo o que você precisa saber sobre o treinamento funcional

As situações do cotidiano ou a prática de alguns esportes, muitas vezes, exigem o emprego de movimentos e de gestos motores, que demandam o trabalho de diversos grupos musculares ao mesmo tempo. Sendo assim, a proposta dos exercícios funcionais é justamente promover ações musculares em conjunto e simultâneas, proporcionando um trabalho corporal mais globalizado e completo.

2
685
Cinco motivos pra você treinar no inverno

Existem inúmeros questionamentos sobre o treinamento funcional e, nesse texto, tentarei esclarecer de uma forma bem simples, para que cada vez mais pessoas conheçam e se identifiquem com essa atividade física.

Vamos às perguntas que mais escuto das pessoas no Studio onde ministro os treinos:

Bom, é um conceito de treinamento físico que visa trabalhar de forma global as capacidades físicas como força, equilíbrio, flexibilidade, mobilidade, estabilidade, agilidade, velocidade, coordenação, com foco em tornar o corpo mais inteligente, produzindo movimentos mais eficientes, seja nos esportes ou nas atividades da vida diária. Hoje, existem diversos estudos que comprovam essa afirmação e, por isso, esse tipo de treino se tornou muito procurado pelas pessoas que buscam uma atividade mais dinâmica.

  • Quais os benefícios do treinamento funcional?

Além de tornar o corpo mais inteligente e melhorar as reais necessidades do aluno e, consequentemente, os seus pontos fracos, o treinamento funcional promove uma maior funcionalidade do corpo nas ações diárias, em atividades ou esportes específicos. O aumento do condicionamento físico geral é notório logo nos primeiros meses e o aluno contrai uma necessidade de treinar, consequência do aumento da auto-estima e da motivação.

  • É indicado para emagrecimento e definição muscular? Todos podem fazer?

Se durante a avaliação for identificada a necessidade de emagrecimento, e/ou ganho de massa muscular magra é possível haver a elaboração de um programa de treinamento que envolva alta demanda energética (maior gasto calórico), buscando esses objetivos. Portanto, é só focar no seu objetivo que tudo dará certo! Qualquer pessoa pode fazer desde que seja acompanhada por um profissional que entenda o conceito de treinamento funcional e saiba identificar as reais necessidades e restrições individuais.

Leia também: Cinco motivos pra você treinar no inverno

  • E para objetivos de crescimento muscular?

A boa forma é consequência natural do treino funcional. No funcional, quem tem o desejo de alcançar índices de aumento do volume muscular/hipertrofia – que é uma resposta fisiológica que provoca aumento de filamentos na fibra muscular – não fica esquecido. O treino funcional tem seus princípios e eles devem ser seguidos, mas não restringimos as modalidades de treinos de forma alguma. Nesse caso soma-se o funcional à musculação, afim de que se tornem aliados em busca do combate ao sedentarismo ou ampliação da condição física.

  • Não são usados os pesos aplicados na musculação?

O treinamento pode sim envolver a utilização de pesos livres. É uma ótima estratégia para gerar força e resistência para todo o corpo. O que difere é a visão do treinamento. No funcional temos a intenção de aumentar a força pra todos os tipos de movimentos, em todas as direções. O foco está no movimento e não nos músculos. Os músculos são apenas ferramentas que fazem nosso corpo se movimentar.

  • Quais equipamentos costuma-se utilizar?

O treinamento funcional não possui equipamentos específicos. O profissional precisa ter apenas um bom entendimento do conceito. Qualquer equipamento torna-se um acessório para desenvolvimento pleno do corpo. A ferramenta mais importante é o corpo do aluno. Deve-se apenas saber explorá-lo da melhor maneira possível. Equipamentos como faixas elásticas, mini bands, super bands, cinto e colete de tração, fit Ball, fita de suspensão, bosu, cones, rolo de liberação, kettlebell, jump, medicine ball, plataformas de equilíbrio e muitos outros, promovem resultados fantásticos.

  • Professor, ajuda a prevenir lesões?

Sim. Pelo fato de tornar o corpo mais inteligente, com mais habilidade motora, maior controle neuromuscular, melhoramos a técnica dos movimentos específicos, gerando maior transferência para a atividade alvo ou vida cotidiana, o que diminui o risco de lesão.

  • Quais os cuidados?

Buscar liberação médica para prática de atividades físicas e também buscar profissionais que tenham seu registro no conselho de educação física regularizados. A soma entre uma consulta medica e o informe ao professor sobre possíveis restrições ou problemas de saúde é a chave para o início de um bom programa de treino.

Então pessoal, vimos que no método de treino funcional se usa muito o peso do corpo. Isso não significa que é um treinamento fácil. Na verdade, eu acredito que as pessoas devem dominar e entender o peso do próprio corpo. Por isso nas aulas crio tarefas desafiadoras (de acordo com a evolução de cada aluno). Treinar com o peso corporal não significa treinar fraco. Força inteligente não está relacionada à quantidade de peso bruto que levantamos por meio de movimentos isolados, e sim, com a força integrada de todo o corpo.

Considero o treinamento funcional uma estratégia desafiadora de treinamento e esse, sem dúvidas, é um dos motivos pelos quais muitas pessoas se divertem treinando.

Agora que as dúvidas mais frequentes foram esclarecidas e você já esta mais por dentro do que é o treino funcional, mantenha-se em movimento e não esqueça: o segredo é estar sempre feliz com o tipo de atividade que você escolher.

Até a próxima!

 

Tudo o que você precisa saber sobre o treinamento funcional
5 (100%) 1 vote

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu Nome