Durante muito tempo propagou-se o mito de que o carboidrato é o vilão das dietas. Visto como o inimigo das metas de emagrecimento ou, até mesmo, eliminado imprudentemente da alimentação, o carboidrato é, na verdade, um macronutriente fundamental para o nosso corpo.

E isso não é diferente na alimentação fitness. Para atletas, esportistas ou simplesmente para quem gosta de manter a boa forma, o carboidrato não só é importante, como também ajuda a atingir os objetivos nas atividades físicas quando manipulado corretamente.

Pensando nisso, convidamos a nutricionista Mariana Sudré, de Volta Redonda, para nos explicar sobre as funções do carboidrato e como usá-lo a seu favor na alimentação. Confira a seguir e entenda por que essa imagem de vilão já caiu por terra!

A importância do carboidrato na alimentação

A ingestão de alimentos é essencial para que seja fornecida a energia necessária ao nosso organismo, de modo que ele funcione adequadamente e realize todas as suas funções vitais.

“Quando o carboidrato é consumido e digerido, transforma-se em glicose, gerando energia para o corpo. Essa é sua principal função, dentre várias outras”, esclarece a nutricionista.

O carboidrato é essencial também na alimentação, sendo responsável por:

  • evitar fadiga durante atividades físicas;
  • ajudar na recuperação muscular;
  • facilitar o metabolismo das gorduras;
  • fornecer energia para o cérebro, medula e nervos periféricos;
  • garantir o bom funcionamento do sistema nervoso;
  • preservar o sistema imunológico.

Para os praticantes de esportes, ele se torna ainda mais essencial: “o carboidrato é necessário não só nas funções mais básicas, como respiração e circulação, como também no rendimento esportivo, pois é armazenado em forma de glicogênio muscular”, adverte a nutricionista.

No entanto, o carboidrato é temido sobretudo no contexto esportivo. Embora o macronutriente tenha impacto direto no bom desempenho do atleta e no alcance de seus objetivos, nem todo esportista o consome de maneira adequada.

“Muitos pacientes que procuram uma alimentação balanceada e querem ingressar no mundo fitness chegam ao consultório com dúvidas, como: carboidrato engorda? Posso comer à noite? Devo eliminar massas e pães? Tudo se trata de fazer a correta manipulação do macronutriente, adequando aos objetivos e particularidades de cada paciente, e evitando dietas radicais, que podem ser muito perigosas”, alerta a nutricionista Mariana Sudré.

O uso do carboidrato nas dietas esportivas

Uma avaliação nutricional é crucial para que o carboidrato seja inserido na dieta de maneira a auxiliar nos objetivos de cada paciente. Um atleta de triathlon (que pratica exercício prolongado e de alta intensidade), um praticante de musculação (que busca o ganho de massa muscular) e um esportista amador devem inserir o carboidrato de acordo com suas necessidades.

A nutricionista explica que, para quem quer reduzir o percentual de gordura corporal, por exemplo, controlar o consumo desse tipo de alimento pode ser necessário. Contudo, existem boas fontes de carboidratos, como as fibras, que são úteis no processo de redução de gordura corporal e também ajudam na sensação de saciedade.

Por isso, a escolha adequada do tipo de carboidrato também é fundamental. “Alimentos integrais, como aveia, cereais, chia e outros grãos, são uma boa opção, porque, além de saudáveis, são digeridos lentamente e, assim, não provocam pico glicêmico”, recomenda.

Mariana também explica que é preciso atentar para a quantidade: “de modo geral, os carboidratos devem compor cerca de 50 a 60% da dieta. Porém, é preciso avaliar vários fatores, como o estilo de vida da pessoa, a intensidade e a duração dos exercícios praticados, os objetivos que se desejam alcançar, entre outros”.

Por fim, vale mencionar que o consumo exagerado de qualquer alimento também pode trazer malefícios. No caso do carboidrato, diabetes e obesidade são alguns dos principais riscos. Por isso, uma alimentação equilibrada e um acompanhamento nutricional são essenciais para garantir melhores resultados na prática esportiva, sem abrir mão da saúde.

Sobre a nutricionista Mariana Sudré

Mariana Sudré é graduada em nutrição pelo Centro Universitário de Volta Redonda (UNIFOA) e mestranda em ensino de ciências da saúde e do meio ambiente pela mesma instituição.

Atende pacientes com ênfase em nutrição esportiva e emagrecimento, monta dietas personalizadas.

Para mais informações sobre uma alimentação fitness, saudável e balanceada, entre em contato com a nutricionista Mariana Sudré!

Avalie nosso conteúdo

Faça um comentário:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu Nome